BLOG

Por que os pequenos e médios e-commerces podem contar com a Total Express?

17 / 05 / 2021 | Sem categoria

Foto de mulher olhando para uma caixa de papelão com um adesivo lateral que possui um código de barras impresso. Na outra mão ela segura um leitor de código de barras e na frente dela tem um computador e um caderno abertos.

Empresa garante atendimento individualizado e automatizado para esses tipos de e-commerces

De acordo com dados do Portal do Empreendedor, do governo federal, nos nove primeiros meses de 2020 o número de novos negócios criados por microempreendedores individuais (MEIs) no país cresceu 14,8%, na comparação com o mesmo período de 2019, chegando a 10,9 milhões de registros. São, portanto, milhões de pessoas que estão correndo atrás de seus sonhos e da independência profissional, além de, é claro, buscar segurança financeira em tempos tão difíceis.

À medida que disputam a preferência dos consumidores, estes PMEs (pequenos e médios e-commerces) invariavelmente precisam de uma operação logística para suas lojas virtuais, uma transportadora que atenda às necessidades e entregue os produtos com eficiência e a um custo competitivo. A Total Express, empresa privada com o portfólio logístico mais completo do país, tem soluções e ferramentas inteiramente voltadas para este nicho de empreendedores. A Gerente de Vendas Patricia Onori Borches Sanchez e o Coordenador de Growth André Oliveira Lins listam alguns motivos pelos quais os PMEs, sobretudo os mais novos neste universo, devem escolher a Total Express como empresa de soluções logísticas. Confira: 

  1. Terceirização da operação

Hoje em dia já é possível delegar à transportadora de e-commerces uma série de funções que vão além da simples entrega. O Total Fulfillment, por exemplo, é uma solução bastante indicada nesse sentido, desatando todos os nós da cadeia de logística e entrega. A transportadora recebe a mercadoria, armazena e manuseia, garantindo transparência e previsibilidade ao cliente, que terá informação completa das etapas da operação. Com isso, o lojista só precisa se preocupar com o atendimento ao consumidor, com as fotos, com o marketing e com a potencialização do seu ponteiro de vendas. “É inteligente terceirizar a operação com empresas que otimizem o dia a dia do pequeno lojista, para ele poder focar no que realmente importa: trabalhar a marca e a venda”, explica Patrícia Borches. Segundo ela, os custos são variáveis, de acordo com o tamanho do cliente. “Essa solução cabe no bolso de qualquer varejista.”

  1. Automação e controle à serviço do lojista

Com a Total Express, o pequeno empreendedor tem tudo mapeado e automatizado para poder fazer o rastreio das etapas da operação logística e solucionar os eventuais problemas sozinhos, com a ajuda da Eva, a assistente virtual omnichannel, ou seja, que integra os canais de venda e atendimento. “O processo de automação consiste em trazer autonomia para o pequeno lojista. A gente tem a expertise e o know-how de uma transportadora de e-commerce e a tecnologia de qualquer outra startup. Hoje o PME consegue entrar na EVA, receber login e senha de 10 a 15 minutos e ter acesso às informações que precisa, em um processo ágil e intuitivo”, explica André Lins. 

  1. Serviço consultivo

A equipe comercial da Total Express não faz apenas as vendas para esses e-commerces, como também cuida do pós-venda e presta consultoria. Segundo Patrícia, são muitos os casos dos lojistas recém-entrantes no mundo do empreendedorismo que têm pouca noção sobre transportadoras para e-commerce e sobre como integrar esse tipo de solução aos negócios deles. Nestes casos, a Total Express oferece suporte e trabalho consultivo.  

“Temos o caso de uma cliente que começou vendendo no Instagram, usando o serviço padrão de entregas, com um frete altíssimo que deixava os produtos inviáveis. Entramos em contato e oferecemos trabalho consultivo, um teste com a Total Express. Deu certo, ela entendeu o mercado de logística e agora vende os produtos sem preocupação. Nós fazemos a coleta, a entrega e o rastreio, e ela foca no que sabe fazer melhor”, descreve. 

É importante dizer que a Total Express recentemente realizou uma remodelação no trabalho de atendimento dos PMEs, fazendo a clusterização deles, isto é, dividindo-os em faixas de acordo com o volume. Assim é possível garantir atendimento mais individualizado para cada tipo de negócio. Pequenos lojistas com faturamento de 10 mil mensais e médios lojistas com faturamento de 500 mil têm anseios e especificidades completamente diferentes e, por isso, são necessários executivos diferentes para cada tipo de embarcador. 

Fique por dentro de
nossas novidades


    x